E vai rolar a festa… só para adultos

Padrão

Imagem: dreamstimefree

Você quer marcar uma reunião ou até mesmo uma festa para comemorar seu apê novo, mais um aninho de vida, aquela promoção e por aí vai? Não me diga que você só compra umas comidinhas e as bebidas de sempre, a casa fica do jeito que é, a músico ninguém ouve… Nossa, será que não dá para ser mais festeira e alegre, retribuindo a consideração do convidado que vai à sua casa com uma recepção à altura?

Para isso, bolei dicas de festas para que você curta, seus convidados se divirtam e depois os comentários sejam só purpurinas (traduzindo em português arcaico sem vibração: elogios).
Nada mais entediante do que ir a uma festa previsível ou até mesmo chata. Sério! Tem eventos que eu vou por dever, mas já saio de casa bufando e dizendo todas para o meu marido e/ou para minha filha (haja ouvido!).
Receber bem é mais do que cumprir uma etiqueta social, é desejar receber aquela pessoa de coração aberto, oferecendo o melhor de você e da sua casa. É considerar o outro muito especial e merecedor da sua atenção e dedicação.
Eu, por exemplo, não como carnes vermelhas e nem de porco. Raramente tomo refrigerantes ou como frituras. E se só tiver isso? Para mim a festa acabou. É muito importante respeitar as diferenças, sejam de gostos, de estilos de vida e de crenças! Eu tenho alguns amigos muçulmanos que, assim como os judeus, não comem carne de porco e seus derivados. Todos os eventos que preparo, incluo outros alimentos para que eles se sintam à vontade e felizes. Vai ter cachorro-quente? Então compro salsicha de porco e salsicha de frango. Não há constrangimentos. Também recebo gentilezas. Tenho uma amiga que não toma café, mas sabe que eu amo. Para me deixar feliz, comprou uma cafeteira hitech e toda vez que a visito escolho o tipo de café que quero tomar. Uma fofa, não?
Então, vamos começar! Palavras-chave: planejamento e bom senso.

Imagem: Dreamstimefree

Ponto de partida: Quantas pessoas convidar
O próprio espaço em que vai ocorrer o encontro limita sua lista, mas o outro critério é qual o motivo da festa. Para comemorar uma promoção, por exemplo, um pequeno grupo íntimo basta. Seu aniversário? Acrescente os amigos que não ver há anos, os amigos dos amigos. Entendeu a matemática?

Segundo: onde vai ser o encontro
A reunião vai ser no seu apartamento? Ele é grande? Tem sacada? Quem mora em regiões que têm outono-inverno, sacada aberta é um desastre.
No salão de festas? Geralmente são mais amplos do que um apartamento, mas imprimem menos aconchego e tem duração limitada.
Em casa? Se tiver quintal dá pra ir até o dia amanhecer porque as pessoas se espalham, se jogam.

Terceiro: o tema da festa
Adoro isso. Aqui em casa em fiz o “Chá da Barbie” quando minha filha voltou de uma viagem da escola. Para comemorar o aniversário de meu marido decorei a casa e encomendei comida árabe. Até minha filha entrou no clima e se vestiu de odalisca para receber os convidados.
Tem uma conhecida minha que vai fazer nos próximos dias uma festa de máscara para comemorar os 45 anos do maridão. Achei a ideia muito boa. Essa moça é tão espirituosa que, em outra festa, fez uma apresentação de dança. Conseguiu o que queria: ser o centro das atenções. Palmas! Bravo!
Se você é mais recatada, pode fazer festas do tipo “Cinema em Casa”, em que a atração é o filme, claro. Se você curte rir e brincar, por que não fazer uma “Noite de Jogos”, com várias opções como “Situação Limite” (casal em crise é barraco na certa!), cartas de baralho, “Imagem & Ação”?

Dreamstimefree

Você é exótica? Faça como minha amiga Lu que, para comemorar seus 30 aninhos, fez uma festa exotérica em que tinham tendas de cartomantes, tarólogas, incensos e Cia.
Quer uma sessão “Clube da Luluzinha”? Um café da manhã no final de semana é uma delícia, com muitas guloseimas e variadas bebidas. Só não marque antes das 9h da manhã porque você corre sério risco de tomar sozinha.

Imagem: Dreamstimefree

Ainda lhe falta inspiração? Compre o livro “Almanaque das Festas Instantâneas”, da Chris Campos (Ed. Memória Visual). Ele sugere 25 temas com sacadas bem humoradas para cada situação.

Quarto: a infra-estrutura da sua casa
Quantas cadeiras (confortáveis) você tem para os convidados? Você tem copos, pratos e talheres para todos sem precisar revezar?
Para um almoço/jantar tenha pratos de verdade, nada de plástico. Inclusive os talheres. E se não tem, alugue. Copos de plástico são mais práticos, mas se a beleza faz parte do evento, tenha copos de vidros suficientes e não chore se alguns quebrarem. Por isso, nada de colocar sua coleção de copos de cristais que pertencia a sua avó!

Imagem: Dreamstimefree

Tenho um amigo que foi numa festinha na cada da chefe. AO encontro era bem íntimo, por isso ela expôs sua coleção de copos chiquérrimos que herdou da bisavó. Bêbado, ele deixou uma taça cair e… só sobraram cacos.

Quinto: perfil dos convidados
Eles são boêmios (querem beber e nada mais importa), cinéfilos (além de assistir, vão querer debater, falar do diretor e bláblábláblá), divertidos (jogos e mais jogos, além de piadas e música dançante)… Mapeou a turma? Segue adiante.

Sexto: o que comer
Decida o cardápio ou o tipo de comida que deseja oferecer antes mesmo de convidar as pessoas. Vai ser um buffet de crepes? Uma noite de massas (pelo menos duas opções)? Um banquete árabe? A pizza de sempre (pelo menos ofereça uma boa sobremesa)? O kit salgadinhos ou sanduíche de metro? O trio vinhos-pães-queijos?
Bem, depois de ler essa matéria você terá seis cardápios fechadinhos, né? Não se esqueça de que se você optou por um tema, ele deve dialogar com a comida oferecida, ok?

Imagem: Dreamstimefree

Se for para um pequeno grupo, faça algo mais íntimo, como uma jantar preparado por você mesma. Se o número ultrapassar uma mesa, é melhor rever a escolha, com opções em que você e os convidados tenham mais autonomia.

Sétimo: como convidar
Esqueça, pelo amor de Deus, os sites de relacionamento para isso. É mico na certa. Eu acredito que nada substitui uma ligação ou um email individual. É gentil, é amável. Se você sabe mexer em programas como Corel ou Powerpoint, faça um convite personalizado. Outra opção: sites online que fazem isso! O Smilebox é muito legal.

Oitavo: suporte
Eu não sei por que tantas pessoas negligenciam coisas tão necessárias como pano de chão, pano de prato, papel-toalha, guardanapo, papel higiênico e toalha no banheiro. Isso é muito básico.
Se você quiser ser mais detalhista, tenha à disposição dos convidados um kit emergência (remédios para enjoo, dor de cabeça, dor de dente, febre). Mas se pedirem antiinflamatórios ou calmantes, com certeza erraram o endereço, diga para irem a um hospital.
Outra coisa muito importante: se você perceber que vai se estressar, contrate uma auxiliar. Você não vai precisar se preocupar em recolher as louças e lavá-las, limpar o chão, checar se tá tudo ok no banheiro etc. Assim, poderá curtir a festa do começo ao fim.

Nono: lidar com imprevistos
1. Você convidou uma amiga que gosta muito e ela não deve ir porque não tem com quem deixar seu(s) filho(s) pequeno(s). Eu tenho três sugestões:
• Seja gentil e avise que providenciou kits de diversão para entreter a(s) criança(s). Compre massinhas, lápis de cor e joguinhos. É muito barato e o resultado é positivo, tenha a certeza disso.
• Convide mais uma mãe que tenha filho para que as crianças tenham companhia e não surtem durante a festa por tédio e falta de atenção.
• Não podem faltar balinhas e doces, ok? Até os adultos vão querer experimentar.

Dreamstimefree

Agora, uma questão de bom senso: se vai ter criança na reunião, tire tudo que possa quebrar e que a criança possa alcançar. Senão, vão ser três estressados: você, a mãe e a criança.
2. Disponibilize telefones de cooperativas e pontos de táxi. Nem todo mundo tem carro e se a pessoa bebeu muito, este é o meio de transporte mais seguro.
3. Vizinho é uma caixinha de surpresa, uns são gentis, outros intragáveis. Avise o zelador do seu prédio que fará uma reunião. Para demonstrar sua consideração, avisa também seus vizinhos. É uma medida que neutraliza os corações amargurados. Mas se ligarem reclamando? A festa continua, mas peça aos seus amigos para que falem mais baixo e verifique se o som não está muito alto.
4. A bebida acabou ou a comida queimou (ou o fornecedor furou)? Delivery, claro! Aqui em São Paulo, por exemplo, tem empresas que trabalham até tarde da noite. O mais importante é não se desesperar, há solução para tudo. Mantenha o controle e o bom humor. Imprevisto acontece mesmo, mas só se torna uma tragédia diante da atitude que você adota.

Décimo: divirta-se!
Se arrume com capricho. A noite é sua e dos seus amigos. Agora é só festa. Brindem!

Anúncios

»

  1. Adorei as dicas para realizar uma boa festa, e o que é mais importante aproveitá-la, o que é bem difícil, pois a preocupação é mais que a diversão. Irei usá-las a risca para festa do meu aniversário, que está próximo.
    Parabéns pelo blog. Eu A-D-O-R-E-I!

    • Bacana, Danni. O Encontro tem o propósito de ajudar todas as mulheres em coisas triviais e em momentos especiais. Faça sua festa seguindo essas sugestões e depois compartilhe conosco o resultado e a sua experiência, ok? um grande beijo

  2. Oi Mara !!!
    Muito úteis os seus conselhos!!!!
    Acho delicioso ir na casa de amigos e ser bem servida com algo que gostamos. Você se sente especial para aquela amiga, ou seja ela lembrou de você!!!!
    Eu não sei fazer e não gosto de café. Como receber para um jantar ou lanche? Comprei uma boa cafeteira. O café sempre sai perfeito !!!!
    Eu também não gosto de vinho. Se é uma reunião com amigos mais íntimos eu peço para eles trazerem o vinho. Se a reunião é mais formal vou em uma loja que tenha um sommelier para me ajudar na escolha.
    Beijos
    Ana

  3. Maaaaara, esse post está perfeito!!! As dicas são super interessantes… adorei!!! Eu adoro fazer festinhas, reunir a família e os amigos… realmente é muito bom surpreender com detalhes diferentes e especiais…. mais uma vez, parabéns pelo seu blog!!! Ah…. adorei o novo layout!! 🙂
    beijos.
    Bia

    • Bia, eu acredito que receber é um ato de doação. Só abro a porta da minha casa para as pessoas que estimo muito, então por que não demonstrar com atos o quanto aprecio cada uma delas, não? Um grande beijo.

  4. Oi Mara!!!
    Só podia ser você mesma!! A sua cara, as suas palavras parece até que estou ouvindo você falar!!! Beijo linda, pra você e Lala que eu vejo sempre na saída e mando beijinho para ela e agora para você!!!

    • Pois é, Patrícia, festa é comigo mesma. Amo! E gosto também de compartilhar ideias, experiências e coisitas a mais. Seja bem vinda! Um grande beijo para a família inteira.

  5. Nossa, num mundo tão lotado de blogs, onde as pessoas simplesmente copiam e colam imagens da internet, sem pensar direito no conceito e em todas as coisas envolvidas com a montagem de uma festa, este post caiu como um tranquilizante, esperança que ainda exista gente com bom senso, bom gosto, bom português e, claro, boas ideias!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s