Tipos de homens X Sexo

Padrão

Oxigenando as prateleiras das minhas estantes de livros, eu me deparei com uma matéria publicada na revista Isto É, edição maio de 2011, da jornalista Patrícia Diguê, sobre o livro lançado no início do ano, nos Estados Unidos, intitulado “I Got the Fever: Love, What’s race Gotta Do With It?”, de J. C. Davies, uma ex-analista de investimentos de Wall Street, formada na Harvard.

Partindo de experiências pessoais, bate-papos com amigos e entrevistas com prostitutas, a autora classifica o comportamento e desempenho sexual dos homens pela raça. Achei curioso, mas admito que fiquei com um pezinho atravessado, pois é evidente que não é uma pesquisa, mas uma experiência pessoal explorada com oportunismo pelo mercado editorial.

Então, com o propósito de trazer humor e acrescentar um assunto sem futuro nas conversas com os amigos, vou colocar para vocês as conclusões a que essa ex-executiva chegou, pontuando aqui a minha opinião de que as pessoas não são fórmulas fechadas. Além do caráter sóciocultural, nós somos afetados pelo familiar e psicológico. Classificar pessoas por etnias pode acender preconceitos e reforçar estereótipos.  Talvez, assim, o debate se enriqueça!

O homem judeu

Segunda ela, ele tem senso de humor, é paciente e generoso nos gastos. Entretanto, o pessimismo domina, tem apego aos bens materiais, fala alta e tem uma relação estreita demais com a família. Quando o assunto é sexo, ela o vê como uma pessoa quieta, respeitosa e que gosta de fazer sexo oral.

O homem africano

Homem que dá valor à família e aprecia mulheres com curvas e volumes. Tem como pontos negativos o espírito paquerador, ser um tanto mão de vaca e fugir das conversas sobre a relação. Embora não goste de ouvir as lamúrias das mulheres, aprecia atendê-la em suas necessidades sexuais, tem fascinação por pés e curte sexo oral.

O homem latino

Bem, essa é boa, principalmente porque a maioria de nós tem companheiros latinos. Para Davies, este homem demonstra sem problema algum seus sentimentos, tem ginga corporal e paga as contas. Mas como ninguém é perfeito, o preço para ter sua companhia é suportar seu ciúme doentio, o machismo e o pavio curto, sem falar que culturalmente é infiel. Doeu? Relaxe! Na cama ele compensa ao se preocupar em proporcionar prazer à companheira, depois de uma briga tudo acaba em bom sexo e considera a genitália feminina um parque de diversão.

O homem indiano

Embora queira compromisso, ainda está subjugado à cultura do casamento arranjado. Curte o jogo da sedução, agindo como um típico predador, isto é, sabe exatamente a hora de dar o bote, vencendo a presa pelo cansaço. Raramente se divorcia, mas deixa claro que quem manda é ele. Embora conservador na cama, aprecia o romantismo e o sexo oral.

O homem asiático

Mais um tipo de homem que não tem pressa em levar sua parceira para a cama e, aparentemente, se interessa pelos interesses dela, embora não fale nada de si, criando uma barreira na intimidade. Costuma ter mão aberta em relação a dinheiro e consumo, sendo generoso com os presentes. Mas o foco é a carreira, sempre! Inclusive a mulher que ele aprecia é aquela submissa que dá amém ao trabalho e ao egoísmo dele. No sexo, a falta de intimidade e narcisismo se pontuam pela busca do prazer pessoal em primeiro lugar, o não apreço pelo sexo oral e um certo desconforto com a genital depilada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s