Verdade ou mentira? A prova dos nove.

Padrão

Às vezes a gente fica com uma pulga atrás da orelha com algumas pessoas e histórias que ouvimos. Como saber se o que foi dito é verdade ou não? Tem técnica para tirar a prova dos nove?

Segundo o especialista em comportamento, Felipe Okazaki, é possível sim!!! Em entrevista ao programa Astral da Semana, de André Mantovanni, no UOL, ele ensina como podemos perceber se a pessoa está mentindo ou não. Também serve para saber se a pessoa a está traindo!

Além dos apontamentos de Okazaki, acrescentei outras dicas de sites e profissionais (ver: Fontes). Confira:

    • Você deve ficar a uma distância física de 50 cm da pessoa, no máximo. Sabe por quê? Porque o mentiroso fica vulnerável, e sente seu espaço invadido.
    • A pessoa que mente evita contato direto. Nada de olho no olho.
    • Observe o queixo dele. Se ele enrugar ou apresentar tensão, com certeza está mentindo, pois evidencia stress emocional.
    • O corpo fica mais rígido, com poucos movimentos naturais. Quando se movimentam, nitidamente mecânicos (observe a cabeça).

    • Se a pessoa começar a limpar a testa ou ficar mexendo na gola da roupa ou, ainda, mexendo no ombro ou no lóbulo da orelha, ela está mentido! Outra reação intuitiva que a pessoa que mente faz é cobrir o pescoço.
    • Observe se a pessoa está transpirando nas mãos ou tremendo. Caso sim, há tensão no ar.
    • Há um descompasso entre os gestos e as palavras. Falta harmonia.
    • Observe os movimentos dos olhos das pessoas durante a pergunta e a resposta. Se ela olhar para cima e para a direita tem grandes chances de estar mentindo.

    • A voz é um bom parâmetro para detectar uma mentira. Se a pessoa engolir em seco é porque foi pegar de surpresa e não sabe o que dizer. Se pigarrear é uma reação física a ansiedade. Quando em estado de tensão geralmente altera o tom de voz, com as cordas vocais enrijecidas, acaba falando mais alto.
    • Ela evita contato físico. Seu corpo se esquiva.
    • Se a sua intenção é saber se a pessoa a está traindo, começa a conversa relatando uma traição com uma pessoa próxima que ambos conhecem. Diga que você gostaria de ajudá-la e observe a reação do seu parceiro. Se ele se prontificar a ajudar, tá tudo bem. Caso ele recue com o corpo, colando-o na cadeira/sofá, suando nas mãos e se esquivar do assunto, BINGO. Ele/ela está aprontando.
    • O mentiroso, em geral, não tem a resposta na ponta da língua, pois precisa formular algo que seja coerente com o seu discurso para não cair em contradição. Os mais “experientes” podem até estarem prontos para o interrogatório, mas são incapazes de colocar questões.

  • Outra forma de “ganhar tempo” é sendo sarcástico e irônico.
  • A pessoa que mente quer inverter a situação se fazendo de vítima. Daí, a cada questionamento seu, uma pergunta dela: “Por que eu mentiria para você?”, “Para dizer a verdade…”, “Para ser franco…”, “De onde você tirou essa ideia?”, “Por que está me perguntando uma coisa dessas?”, “Poderia repetir a pergunta?”, “Eu acho que este não é um bom lugar para se discutir isso”, “Podemos falar mais tarde a respeito disso?”, “Como se atreve a me perguntar uma coisa dessas?”.
  • Se você mudar de assunto e a pessoa ficar mais relaxada, xiiiiiiiiiii, aí tem!
  • Por fim, se a pessoa ficar tranquila enquanto você a acusa é melhor desconfiar. Dificilmente as pessoas ficam tranquilas enquanto são acusadas por algo que sabem que são inocentes. A tendência natural do ser humano é manter certo desespero para provar que é inocente.

FONTES:
A Psicologia da Mentira: Torne-se um detector de mentiras humano (arquivo PDF Baixado gratuitamente na internet)
Felipe Okazaki
André Mantovanni
Acidez Mental

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s