Linda Evangelista: o poder da imagem

Padrão

Vocês acompanharam a batalha judicial da modelo Linda Evangelista contra o diretor da PPR, François-Henri Pinault pela pensão do seu filho, Augustin James? Foram cinco dias no tribunal apresentando depoimentos, documentos e… cinco looks estrategicamente selecionados para respaldar sua seriedade.

Não tava lá por uma pensão minguada, mas lutando pelo direito do seu filho e pelo dever do pai da criança. Em nenhum momento ele quis parecer uma pobre coitada, o que considero louvável. Não foi vestida com simplicidade para comover. Pelo contrário, fez questão de mostrar que tem dinheiro e gasta bem consigo mesma. Criou uma imagem de mulher poderosa e segura de si, porém com forte apelo matronal, isto é, construiu visuais polidos e conservadores.

Observem que o tailleur, as blusas floridas, as bolsas Chanel e os óculos gigantes formam um conjunto de valores e imagem de uma mãe dedicada e exemplar.

Se ela não contratou um consultor de imagem, com certeza estudou bem as peças que montou. Fez conexões evidentes com Jacqueline Kennedy e com a década de 50, evidenciando elegância e austeridade. Mas um certo romantismo e recato no vestido floral com cintura marcada e saia A.

Primeiro dia:

Segundo dia:

Terceiro dia:

Quarto dia:

Último dia:

Fontes:
revista Elle (Fr)
jornal NY Times

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s