Feminina, sexy e moderna com uma gravata

Padrão

gravata_post10

Você já usou uma peça do guarda-roupa do seu irmão/namorado/marido? Gostou do resultado?

Têm peças masculinas que circulam muito bem entre os gêneros. Eu uso! Sempre dou uma olhadinha nas araras masculino-juvenis das lojas para pescar algumas camisas para mim.

Mas tem uma peça que eu acho super charmosa quando um homem a usa (corretamente) e sexy e poderosa quando uma mulher insere no seu visual: a GRAVATA.

E olha que interessante, a peça usada por um homem é formal, bem previsível, né? Quando uma mulher usa, quebra esse paradigma. A gravata ganha novas leituras, torna-se atrevida, ousada, poderosa.

Mas ela funciona em qualquer lugar e pessoa? NÃO! Ela exige atitude segura e postura elegante. Outra questão: como as mulheres costumam ser mais baixas e magras que os homens, os tradicionais modelos masculinos dificilmente funcionam.

Se for comprar, prefira as mais finas e de cor única. Outra ótima alternativa é usar materiais adaptadas para esta função, como fitas. Daí a brincadeira fica mais divertida porque existe uma grande gama de materiais, texturas, larguras e cores.

Eu fui à loja do Ricardo Almeida, no Shopping Iguatemi, e vi algumas opções interessantes que ficam bem em mulheres. Na verdade, a gravata mais estreita é também indicada para homens baixos e magros.

Ah, tenho algumas observações a fazer:

  • Mulheres com pescoço curto e/ou roliço, não ficam legais de gravata, pois dar uma sensação de asfixia.
  • Quem tem seios fartos também deve ter cuidado. “Puxe” o nó da gravata para baixo, criando um “decote” em V. Se fechar no pescoço, a sensação é muito estranha, sabe? Parece que a pessoa está sendo estrangulada.
  • Se você é baixinha e magrinha, como eu, prefira modelos estreitos e mais curtos.
  • Dependendo das peças selecionadas, você consegue criar visuais para diferentes estilos, do clássico ao moderno e até mesmo o criativo.
Com shortinho pode ficar moderno, despojado ou bem romântico.

Com shortinho pode ficar moderno, despojado ou bem romântico. Diane Kruger, Emma Watson,  desfile Jason Wu e Alexa Chung.

Preppy e fashion.

Preppy e fashion.  Gwen Steffani, Alexa Chung e Rachel Bilson.

Passeio pelo universo feminino e masculina.

Passeio pelo universo feminino e masculina. Alexa Chung, Kate Perry e Giuliana Rancic.

Sofisticado, rock'n roll e displicente.

Sofisticado, rock’n roll e displicente. Alexa Chung, Vanessa Paradis e Carrie Bradshaw.

Transparência. Ulalá

Transparência. Ulalá.  Das grifes Ali Express e Meryl Suissa.

Super feminina.

Super feminina. Foto 1 do site La Mode Oui C’est Moi, Miroslava Duma e Kim Kardashian.

Elegante

Elegante. Chloe Moretz, Diane Kruger e Greta Garbo.

Delicado

Delicado. Rachel Bilson e marca Mango.

Preppy, preppy, preppy.

Preppy, preppy, preppy.

Anúncios

Uma resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s