Arquivo da tag: bonita

Transparência: um jogo de poder

Padrão

transparência_post

No post anterior, explicamos, com detalhes, porque o vestido transparente da atriz Danielle Winits não funcionou. Agora, vamos saber como usar da melhor forma roupas com transparência e hot pants para ter um resultando sensual e elegante. Leia o resto deste post

Anúncios

Madrinha de casamento: make up

Padrão

Enquanto o sol brilha no céu, a maquiagem deve ser discreta, não importa o evento. Senão você vai ficar parecendo uma drag queen. Nada contra elas, mas o propósito aqui é outro, né? Para a noite, você pode carregar mais, mas não é para ficar vampiresca, com o rosto pálido com tanta base e com olhos escuros com tanto rímel e sombra. É para ficar bo-ni-ta. Se você não sabe se maquiar com estilo e perfeição, contrate um profissional. Depois você vai me agradecer pelo conselho. Certeza!

Leia o resto deste post

Como se reconciliar com seu corpo

Padrão

Nós mulheres vivemos em guerra com nosso corpo, não é mesmo? Se é magra, encontra uma flacidez, se tá cheinha, nenhuma roupa cai bem. Sem falar em cruzar os 35 anos em diante, em pé de guerra com os hormônios e com os sinais de envelhecimento.

Leia o resto deste post

Martine Willequet, 62 anos, comediante

Padrão

Muito pequena (1,54 m: eu parei de crescer aos 10 anos), seios grandes (95 cm), dentes de Bunny (o apelido na infância), um nariz feio e andava na ponta dos pés. Eu tive, por muito tempo, uma doença de pele. O que me salvou foi, primeiramente, a encenação.

Leia o resto deste post

Você conhece o seu corpo?

Padrão

Imagem: Dreamtimefree

Como eu havia prometido, a matéria de moda de hoje é sobre o corpo feminino. Você vai aprender a identificar as suas formas, a lidar bem com o corpo que Deus lhe deu e a tirar (bom) proveito disso. Embora as roupas sejam feitas em numerações fechadas, nenhuma mulher tem o corpo igual ao de outra. Reconhecer isso é o primeiro passo para superar as encanações e ser feliz. Leia o resto deste post

Um momento só seu

Padrão

Com tanto trabalho e tarefas para fazer, quase não sobra tempo para coisas sem importância comercial/profissional, mas que podem nos trazer um tremendo retorno emocional. Eu tô falando de você fazer coisas por você mesma, que resgatem as suas esperanças, que a façam se sentir livre e retomem um sentimento que se desgasta com os anos: o prazer (CONSCIENTE) de viver. Leia o resto deste post

Inspire-se nos Programas de Decoração!

Padrão

Você gosta de decoração? Vive buscando soluções para deixar a casa mais bonita e mais parecida com o seu estilo de vida? Eu também, embora não tenha formação acadêmica… Mas, ao assistir programas de decoração na tevê e ler algumas revistas, vi que eu mesma conseguiria “consertar” aquele objeto, melhorar aquele cantinho sem graça alguma ou até mesmo dar um up naquele móvel desmilinguido.
Mas tinha um problema: alguns dias depois de assistir aos programas eu já havia esquecido tudo! E as revistas, embora metodicamente guardadas, eu não lembrava em qual estava aquela ideia fantástica de decapê.
E como resolvi? Com um caderno, claro! Comprei um caderno com 10 matérias. Em cada matéria eu escrevi o nome do programa de decoração que eu assistia. No canto superior da folha, colocava a data do dia do programa e o tema abordado.
Outra coisa: eu fotografo! Enquanto explicam o ambiente novo, dá tempo de tirar um monte de fotos. Depois imprimo e colo no caderno. Pronto.
O primeiro programa de design a que assisti foi o Changing Rooms (1996 a 2004), apresentado pelos carismáticos Carol Smillie, Laurence Llewelyn Bowen e Linda Barker. Programa da BBC de Londres, pioneiro em reality show de decoração, que abriu caminhos para centenas de outros que surgiram nos quatro cantos do mundo.
Lembro bem de quantas vezes ficava de boca aberta com resultados tão fantásticos e, algumas vezes, tinha vontade de dar o meu ombro amigo para que a pobre vítima chorasse. Cada episódio era uma caixinha de surpresas. Sem falar na torcida para que seu decorador preferido fizesse algo surpreendente e agradasse a todos. O meu preferido? Oliver Heath.

Changing Rooms

Com o tempo, no Brasil, esses programas se multiplicaram e até emigraram de canal. Eu os assistia no canal People and Arts até meados nos anos 2000. Hoje, estão concentrados no Discovery Home & Health. E o melhor: tem o “Dia da Decoração”! Agenda aí: todas as QUINTAS-FEIRAS!
No post de hoje só vou comentar os programas televisivos. No próximo, revistas e sites bem legais que apresentam soluções baratas e simples.

Minha Casa, Meu Estilo (Dress my Nest)
O decorador Thom Filicia une decoração e moda. O dono da casa selecionado (sortudo!) tem que apresentar três peças de roupas ou objetos que representem seu estilo e gosto. Após visitar o ambiente e fazer uma entrevista, Thom segue para seu escritório com as peças e monta o projeto.
Ao entregar o ambiente pronto, o apresentador explica como cada item foi inserido na decoração, dando dicas bem bacanas para nós, pobres mortais, seguirmos com as próprias pernas. Ah, sem falar que ele é um apresentador muito fofo, né? É puro humor.

"Minha casa, meu estilo", com Thom Filicia

Design Divino (Divine Design)
Candice Olson é a apresentadora e a decoradora. Seu estilo é clássico e sofisticado. Mas ela tem cada sacada! No programa de ontem, por exemplo, ela fez um quarto só com produtos naturais e ecologicamente corretos. Ela explica a estrutura física do ambiente, seus problemas e possíveis soluções.

Design Divino, por Candice Olson

Cada Coisa em seu Lugar (Clean House)
Para os bagunceiros de plantão (hello, Irineu!). Com um puxão de orelha, a atriz e apresentadora Niecy Nash e sua equipe, reformam três ambientes da casa. Mas o dono da casa tem um preço a pagar: pôr à venda todos os trecos que se amontoaram por aaaaaaaaaaanos dentro de casa. Como sou super organizada, não poderia deixar de elogiar o ótimo trabalho da organizer Linda Koopersmith.

Cada Coisa em seu Lugar

Além do Changing Rooms, outros programas se foram – sem aviso prévio dos canais em que passavam, por sinal – como “Chega de Bagunça”, “Casas Ecológicas” (World’s Greenest Homes), apresentado por Emmanuel Belliveau, com soluções e propostas que não agridem o meio ambiente; “Enquanto você não vem” (While you were out) com o belo Evan Farmer em que, enquanto o “homenageado” da família ganha uma viagem surpresa, os demais integrantes da família e a equipe do programa arregaçam as mangas e reformam um ambiente; e “Carpinteiro a Domicílio” (Take Home Handyman), com Andrew Dan-Jumbo que ganhou asas, deixou de ser um coadjuvante no “Enquanto você não vem” e ganhou seu próprio programa.

Casas Ecológicas

Enquanto Você não Vem

Carpinteiro a Domicílio

Mataram a saudade? Dá pra ver alguns episódios no Youtube. E você, já fez algum ambiente da sua casa seguindo as dicas de alguns desses programas? Escreva pra gente e envie uma foto. Vamos compartilhar e trocar “figurinhas”, como é a proposta deste blog.
Boa diversão!
Mara Maia