O que torna um relacionamento duradouro?

Padrão
Imagem: Fanpop.

Imagem: Fanpop.

E mais um artigo caiu em minhas mãos. Eu achei bem interessante e quis compartilhar com vocês as ideias principais do texto. Desta vez, a leitura é de uma matéria da revista francesa Madame Figaro abordando o tema RELACIONAMENTO. Com o título Le Secret des Couples qui Durent (O segredos dos casais que duram), Mario Bessière apresenta adaptações do livro do professor de administração da Universidade de Wharton (Pensilvânia), Adam Grant, sobre relacionamento no mundo dos negócios para o relacionamento de um casal. Acredita-se que é possível utilizando os princípios desse código. E ele antecipa: a GENEROSIDADE é a palavra/atitude-chave para um amor duradouro!

Imagem: 3dwallpaperviews.

Imagem: 3dwallpaperviews.

A adaptação do mundo dos negócios para a vida conjugal é feita pela vice-diretora do Centro de Compaixão e Altruísmo Pesquisa e Educação, Emma Seppala. Para se ter êxito, é preciso observar antes que existem três perfis de pessoas: os Doadores (les donneurs), os Trocadores (les échangeurs) e os Tomadores (les preneurs). A harmonia e a duração das relações vão depender da interação entre as três categorias.

Conviver com uma pessoa com perfil Doador é sugestivo de longevidade, pois eles se entregam espontaneamente, sem pedir nada em troca. A generosidade é um traço de suas personalidades.

Mas a união de um Doador com um Tomador está fadada ao fracasso e ao desgaste. Enquanto o primeiro se doa, o segundo o suga ao máximo sem nenhum sentimento de gratidão. Perde-se tempo, dinheiro e energia.

Os Trocadores são negociáveis, permitindo a troca entre as partes. Este perfil pode ser produtivo na relação, mas Grant, autor de Give and Take: A Revolutionary Approach to Success, incentiva que as pessoas identifiquem qual o seu perfil e buscam transformá-los em Doadores, caso busquem o bem-estar e a produtividade.

O artigo vai além, trazendo outras teorias que defendem, por exemplo, o EGOÍSMO como um sentimento necessário para que uma relação dure. Bom, a gente abre ao debate!

Leia a matéria na íntegra aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s