Arquivo da tag: francês

A beleza sombria de Benjamin Lacombe

Padrão

ilustrador_benjamin lacombe6_bylesplumesasthmatiques

Faz tanto tempo que eu não faço matérias sobre livros que hoje trago mais um para o post do dia.

O livro de hoje é mais intimista e, talvez, um tanto assustador. LES CONTES MACABRES, de Edgar Allan Poe (1809-1949), é cheio de suspense, de mortes e muitas gotas de sangue. Leia o resto deste post

Anúncios

A arte do papel: contando uma história

Padrão

Sou apaixonada por papel, como muitas de vocês sabem. Outra grande paixão é ilustração. A experiência de olhar, sentir e imaginar as texturas das imagens é uma leitura paralela ao texto escrito enriquecedora. Leia o resto deste post

Guia de perguntas para entrar no céu

Padrão

Ontem fiz o curso preparatório de batismo e um pai disse que ia batizar o filho para garantir a vaga dele no céu. Achei singular sua resposta. Quando cheguei em casa e abri meus emails, vi uma piada que a minha amiga e parceira do blog, Ana Cristina Lessa, me enviou. Daí pensei: “nossa, tenho que compartilhar com a turma para garantir boa serotonina e um ótimo descanso”. Espero que gostem! Leia o resto deste post

Moda de luxo: brechó X novas coleções

Padrão

Novidades na área de e-commerce! Dois sites de moda começaram a funcionar com propostas bem diferentes, mas agradando pela sua variedade de marcas e qualidade dos produtos.

Leia o resto deste post

iPhone: um calendário aos seus pés

Padrão

Este post é para falar de mais um aplicativo para o iPhone chamada Calendrier Chaussures by André. O aplicativo nos ajuda a programar o nosso dia, a semana e meses de forma bem fácil. Nos avisa as datas de aniversários dos nossos amigos (conectado ao Facebook), dá dicas bacanas – por exemplo, como respirar melhor – e conselhos (uiuiui).

Leia o resto deste post

Sandrine, 27 anos, assistente médica

Padrão

Meu renascimento eu devo a uma ruptura. O homem da minha vida, que fazia parte de todos os meus projetos, me tirou brutamente de sua vida e me disse: “Você viu no que você se tornou?” Um tapa na minha vida. Eu realmente engordei muito, mas estava cansada de fazer tantos regimes e não conseguir emagrecer. E como ele me amava, eu não conseguia ver onde estava o problema. Mas, então, este corpo tornou-se meu inimigo. Eu passei a me detestar, a falar de mim de forma grosseira… no meu aniversário, eu tomei coragem.

Leia o resto deste post

Elise, 34 anos, restauradora de móveis

Padrão

Eu sempre fui muito complexada. Eu venho de uma família estética, onde as mulheres são muito bonitas por várias gerações. Com uma definição muito precisa de elegância: ser magra, delgada, ter “ossos estreitos”, tornozelos minúsculos… Inès de la Fressange em vez de Mae West.

Leia o resto deste post